• Clínica Daia Venturieri

Teratoma no ovário: quando operar?


O teratoma é um tipo de tumor constituído por células germinativas, possibilitando o desenvolvimento de diferentes tecidos do corpo humano. Não existe uma origem definida para a sua formação, mas ele é associado normalmente a alterações genéticas e registrado na maioria dos casos femininos afetando os ovários.


Em geral, os teratomas não apresentam sintomas e a paciente descobre a condição pelos exames de rotina, como a tomografia computadorizada, ultrassom ou raio-x. Apesar disso, alguns casos de teratomas podem ser mais dolorosos, com inchaço, dor e sensação de pressão na região uterina.


De forma essencial, o teratoma é um tumor benigno e não é necessário tratamento, mas devido à característica germinativa pode haver a formação de diferentes tecidos que não permitem a absorção do tumor pelo organismo, como dentes, unhas ou cabelos. Portanto, é importante remover o teratoma para evitar o seu crescimento descontrolado.


A remoção acontece pela cirurgia, mas não se preocupe: é possível preservar o ovário e sua funcionalidade dependendo do tamanho do tumor e das particularidades de cada caso.


#obstetricia #mastologia #cirurgiaplastica #saudesp #bemestar #saude #ginecologiasp #mastologiasp #obstetriciaperdizes #ginecologiaperdizes #mastologiapedizes #ginecologiamooca #obstetriciamooca #mastologiamooca #drmarcelodaia #draliviadaia #saudedamulher #saudefeminina

6 visualizações

Clínica Daia Venturieri - Todos os direitos reservados - 2018