• Clínica Daia Venturieri

6 perguntas frequentes sobre a endometriose



A endometriose acontece quando o endométrio, a mucosa que reveste o útero não é expelida durante a menstruação. A doença afeta aproximadamente 7 milhões de brasileiras que sofrem com dores intensas no abdômen, entre outros sintomas. Confira as 6 dúvidas mais comuns sobre endometriose e entenda a importância do especialista em endometriose.


1. Como saber se tenho endometriose?

Dores na parte inferior do abdômen, cólicas intensas uma ou duas semanas antes da menstruação, fluxo menstrual intenso e dor antes e depois das relações sexuais são os principais sintomas da endometriose. Por isso, se você apresentar essas reações, procure um ginecologista especialista em endometriose.


2. Quais as causas da endometriose

Ainda não estão muito claras as causas da endometriose. Mas, sabe-se que o crescimento das células do endométrio alojadas na região pélvica, histerectomia (remoção do útero) e anormalidades no útero são algumas das condições constantemente encontradas nos casos de endometriose.


3. Quando surgem os primeiros sintomas?

Os primeiros sintomas da endometriose podem surgir ainda na adolescência, porém, muitas vezes o problema é diagnosticado quando a mulher está com 30 anos. Isso reforça a importância de buscar orientação de um especialista em endometriose assim que começarem os sintomas. O profissional poderá encaminhar a paciente para um mastologista em São Paulo caso perceba alterações nas mamas nos exames de rotina.


4. Endometriose pode acometer quais órgãos?

Além dos órgãos pélvicos, a endometriose pode afetar o intestino causando sangramento no ânus e também os pulmões. A endometriose pulmonar é considerada rara e a mulher com essa forma da doença expele sangue quando tosse ou espirra. Outros tipos poucos conhecidos são a endometriose são a cervical e cerebral.


5. Endometriose pode causar infertilidade?

Em alguns casos sim. A infertilidade acontece quando a endometriose é diagnosticada tarde e as trompas, responsáveis por levar os óvulos ao útero, encontram-se prejudicadas. Mais uma razão para buscar um ginecologista em endometriose assim que surgirem os primeiros sintomas.


6. Endometriose está relacionada ao câncer?

O risco de câncer de mama aumenta em mulheres com endometriose, principalmente nas pacientes com disposição genética para tumores malignos. Caso o especialista em endometriose encontre alguma anormalidade nas mamas em exames de rotina ele encaminha a paciente para mastologista em São Paulo.

0 visualização

Clínica Daia Venturieri - Todos os direitos reservados - 2018